Este site utiliza cookies. Ao continuar neste site autoriza a sua utilização e concorda com a Política de Privacidade e com a Política para os cookies.
Escola de Magia
Login e aceder à área de aluno
ou
Matricular-se na Escola de Magia
MENU
Entrada > Átrio principal > Átrio > Biblioteca > Textos dos Alunos



Diante das Águas - O medo, a culpa e o ódio. A A A A

– CAPÍTULO 2 – O perigo –


Naquele momento, Clara o abraça; com os olhos fechados, e ele dá um sorriso discreto em seu rosto e fecha os olhos com uma grande felicidade. Eles ficaram conversando por um tempo em cima da pedra grande que ali tinha. Quando começou a anoitecer, Clara diz que precisa ir embora. —Hugo, já vou embora! Já está anoitecendo.
—Tudo bem. Eu lhe levo para sua casa.
—Não precisa.
—Precisa sim! Aqui em Kennedy a noite é perigoso.
Então Hugo leva Clara para casa. Chegando lá ele lhe fez um pedido. —Clara antes de eu ir embora posso lhe pedir uma coisa? Perguntou ele.
—Claro, disse ela.
—Por favor, não conte a ninguém o que eu sou.
—Tudo bem. Eu não contarei!
—Obrigado!
Então Hugo beija a beija na testa, e vai embora. Quando Clara se vira para entrar em sua casa; ela vê Pablo. Clara se assusta. —Oi linda, disse ele.
—Como sabe onde eu moro? –Perguntou Clara nervosa. —Não vai retribuir o meu oi? Disse ele.
—Por que não me respondeu? Perguntou ela.
—A essa altura, Kennedy inteira já sabe onde você mora!
—O que você está dizendo?
—Linda você vai se dar mal se continuar com o Hugo!
—Com licença! –Dizia ela tentando entrar em sua casa. —Já vai embora sem me dá um beijo? –Dizia Pablo a impedindo de entrar em casa. —saia daqui, disse ela.
—Claro que não! Se o Hugo pode, eu também posso. Só vou sair daqui com o meu beijo.
Naquele momento Pablo agarra Clara para poder beijá-la a força, ela começou a gritar, mas Hugo surge e empurra Pablo para longe; e assim que este cai no chão, sobre o corpo de Hugo e o corpo de Clara surge um campo de força de cor azul protegendo-os. E assim Hugo mostra para Clara um de seus poderes como sereia! —Saia daqui agora mesmo, se não sair eu acabarei com você! –Dizia Hugo com raiva. —Tudo bem Hugo, mas você vai se arrepender de ter feito isso comigo! –Dizia Pablo bastante irritado. —Nunca mais apareça por aqui, disse Hugo.
—Isso vai ser meio difícil Hugo. Eu me interessei por essa linda garota. Você tem que aprender a dividir, disse Pablo.
Naquele momento, Hugo solta de suas mãos uma força incontrolável que arrasta Pablo para longe. E este caído no chão escorre sangue pela sua boca; ele se levanta e foge com muita raiva de Hugo. Provavelmente ele vai querer se vingar dele. Clara fica extremamente surpresa com o que aconteceu. O campo de força que estava envolvendo os dois; se desfaz e Hugo se vira de frente para ela. Clara bastante surpresa lhe faz perguntas: - O que foi isso?
—Eu tenho alguns poderes Clara! Esse é um deles, disse Hugo.
—Obrigada por me proteger Hugo.




Continua...

ALESSANDRO - A.M      

Este artigo já foi lido 1029 vezes



Lista de artigos publicados pelos alunos    Biblioteca