Escola de Magia
Login e aceder à área de aluno
ou
Matricular-se na Escola de Magia
MENU
Entrada > Átrio principal > Átrio > Biblioteca > Textos dos Alunos

Por que evitar lançar vários feitiços com o mesmo propósito? A A A A

É comum entre os feiticeiros em geral, e os iniciantes em particular, na pressa de obterem os resultados pretendidos ou na incapacidade de percebê-los, realizar de forma indiscriminada vários outros feitiços com o mesmo propósito. Analisando superficialmente o feiticeiro pode,com razão, julgar tal atitude como beneficial mas essa escolha culmina por gerar resultados desastrosos. Os motivos costumam ser um ou mais(ou todos) dos que se encontram a seguir:

1-Dissonância energética:
Quando um feiticeiro lança um feitiço com uma finalidade e subsequentemente lança outro feitiço com a mesma finalidade sua energia mágica, que antes estava focada apenas no feitiço inicial passa a ter que abastecer também o segundo feitiço,se divergindo em dois pontos. Isso diminui a demanda de energia para ambas operações mágicas e sua eficácia.

2-Concorrência mágica causada por dissonância energética:
Imagine a seguinte situação: O seu chefe lhe entrega uma determinada quantia de dinheiro para que você realize uma determinada atividade. Você, um funcionário extremamente dedicado, vai fazer tudo o que estiver dentro de suas capacidades para concretizar a sua diretiva. No entanto, inesperadamente seu chefe toma uma porção do total de dinheiro confiado a você e entrega para um outro funcionário realizar o mesmo serviço. Você, agora com um orçamento menor e um concorrente, chega a conclusão que nessas condições os resultados esperados pelo seu patrão não vão ser alcançados e passa a querer eliminar seu concorrente (que julga menos competente) e recuperar a parcela de dinheiro perdida.Enquanto isso seu concorrente adota a mesma postura em relação a você. Isso é basicamente o que acontece quando há uma concorrência mágica. O feitiço inicial, que existe apenas para realizar o seu propósito, entende que os feitiços secundários e a dissonância energética são uma ameaça para esse propósito e vice-versa. A concorrência danifica ou destrói os múltiplos feitiços envolvidos e compromete os resultados.

3-Comprometimento do aterramento:
Imagine um jardineiro que depois de plantar algumas sementes fica constantemente desenterrando-as na ansiedade de vê-las brotar. Obviamente isso iria arruinar todo o processo. O mesmo se aplica para a magia. Quando terminamos o procedimento mágico, ele deve estar realmente terminado. Afinal de contas, se o feitiço nunca for finalizado como ele pode realizar sua função? O feitiço deve ser "esquecido", o feiticeiro deve voltar à suas atividades mundanas e deixar que a magia cumpra a sua função sem ser perturbada. Esse procedimento é chamado de 'Aterramento'. Se um feiticeiro fica constantemente ansioso em relação aos resultados de um feitiço e começa a realizar novas magias para complementar a inicial ele se reconecta com a suas intenções mágicas o que é entendido como se os feitiços que estão sendo lançados não estão prontos ainda para entrarem em ação e devem retornar a sua fase de montagem.

4-Modificação da intenção inicial da magia:
O mais importante em qualquer magia é a sua intenção.Para que a magia obtenha os resultados pretendidos deve ser declarado algo como "Esse ato mágico significa que eu irei obter "X" resultados" Quando o feiticeiro passa a realizar indiscriminadamente outros feitiços com o mesmo objetivo de um feitiço já lançado e ainda em andamento ele está inconscientemente duvidando da capacidade de sua magia e mudando a intenção para "ESPERO que esse ato mágico obtenha "X" resultados". Quando se espera alguma coisa significa que você ainda não a possui,logo o feitiço torna-se "inválido".

É claro que existem casos onde é possível lançar vários feitiços com o mesmo objetivo e estes se harmonizam graciosamente obtendo resultados fantásticos(Como quando usamos um efeito chamado 'Ressonância Mágica').Mas, esses são casos onde tudo é previamente bem planejado e orquestrado de maneira organizada e precisa e um assunto para outros artigos.

WITCH23      

Este artigo já foi lido 177 vezes



Lista de artigos publicados pelos alunos    Biblioteca