Este site utiliza cookies. Ao continuar neste site autoriza a sua utilização e concorda com a Política de Privacidade e com a Política para os cookies.
Escola de Magia
Login e aceder à área de aluno
ou
Matricular-se na Escola de Magia
MENU
Entrada > Átrio principal > Átrio > Biblioteca > Textos dos Alunos



As Armas Mágicas do Feiticeiro- Coroa|Chapéu A A A A

A Coroa é uma arma mágica secundária e tradicionalmente trata-se de um diadema ou circlet de metal com decorações simbólicas pertinentes as inclinações do feiticeiro. O Chapéu pontudo trata-se de uma releitura mais recente(e talvez financeiramente mais acessível) dessa mesma arma e toma a forma do conhecido chapéu pontudo de bruxa.

Similarmente a Varinha, a Coroa|Chapéu é uma ferramenta de autoridade mágica. Ela estimula e reforça o domínio que um feiticeiro tem sobre seu local de poder, suas habilidades, seus interesses e inclinações pessoais. Enquanto a Varinha representa a autoridade do feiticeiro de modo geral e a sua capacidade de conduzir e coordenar forças para o seu objetivo final, a Coroa|Chapéu reforça o seu controle sobre as coisas que ele já adquiriu maestria. Uma Coroa serve para simbolizar o poder sobre algo que já foi conquistado. Por exemplo, um feiticeiro que se especializou em defesa mágica usa a sua Coroa ou Chapéu (talvez em conjunto com a Varinha) para exaltar sua capacidade de erguer escudos e barreiras, técnicas que são uma forma de magia defensiva. Entretanto se ele precisar montar um feitiço ofensivo, algo que está além dos domínios da magia defensiva, a Coroa não vai ajudar muito e a Varinha é muito mais adequada.

De qualquer forma, a Coroa|Chapéu é usada em conjunção com a Varinha para representar a autoridade absoluta do feiticeiro em seu zênite(pense em um rei usando sua regalia real: o manto; a coroa e o cetro).

A Coroa|Chapéu tem mais uma importante característica, a de funcionar como uma espécie de antena que recebe e condensa poder mágico solto no ambiente e o transmite para o usuário, revigorando-o. Durante um procedimento mágico muita energia é gerada e grande parte dessa energia flui pelo ambiente sem um propósito específico, o Chapéu então assegura que bom proveito seja dado a uma parcela dessa energia.

Embora todos os poderes já mencionados tenham sua utilidade, a propriedade mais poderosa do Chapéu é outra: estimular a Persona Mágica do feiticeiro, um poder que essa arma compartilha com o Pentáculo, uma das quatro armas principais. Nós não somos os mesmos sempre, estamos constantemente nos adaptando de uma situação para outra. A postura que adotamos em casa não é a mesma que adotamos no trabalho da mesma forma que a maneira como interagimos com um amigo próximo não é a mesma que usamos para abordar um simples conhecido. Na magia não é diferente, o feiticeiro tem uma identidade mundana e uma identidade mágica que ele adota quando lidando com o sobrenatural, a essa identidade damos o nome de Persona Mágica. A Persona Mágica acorda e conserva os poderes mágicos do feiticeiro. A Coroa, assim como o Pentáculo, ajuda o feiticeiro a se conectar mais intimamente com o seu Eu Mágico e seus poderes.

O Chapéu|Coroa, geralmente, não possui nenhum alinhamento elemental e é uma ferramenta mágica que costuma ser reservada para uso durante operações com um grau elevado de complexidade.


WITCH23      

Este artigo já foi lido 67 vezes



Lista de artigos publicados pelos alunos    Biblioteca