Este site utiliza cookies. Ao continuar neste site autoriza a sua utilização e concorda com a Política de Privacidade e com a Política para os cookies.
Escola de Magia
Login e aceder à área de aluno
ou
Matricular-se na Escola de Magia
MENU
Entrada > Átrio principal > Átrio > Biblioteca > Textos dos Alunos



Só para os fortes. A A A A

Se comporta garota; não seja desleixada: ‘mamãe e papai mandaram eu não ser malcriada’. Me disseram para não desenvolver um mal-caráter; mas como posso fazê-lo se não me explicaram oque é caráter? Caráter é oque vem da alma? Caráter é o que está estendido na palma? É algo superficial? Não, me explicaram: caráter tem mais a ver com a moral. Caráter é realmente algo subentendido ao seu papel na sociedade: ser digno de viver nesta. Sei que ela não está muito boa por agora; mas é realmente porque ninguém quis mudar. O caráter seria avaliado de um milhão de formas, se o homem não estabelecesse uma única relação para cada classe social - ‘baixa - servos’ - ‘alta - patrões’ - E fica um ciclo mais ou menos parecido com a época colonial. Parecido nada, digo: uma cópia, um xerox de cara lavada. A única diferença até então é a tecnologia avançada que desenvolvemos, fora isso? Hã. Temos programas que fingem que se interessam, e se preocupam. As emissoras de ‘TV’ livre como a ‘Rede Globo’ são um bom exemplo. Já ouviu falar do criança esperança, não? Pois é, eles doam a grana arrecadada durante os shows com os artistas para as instituições de crianças carentes do brasil. E tem patrocinadores e tals. Mas você acha que é só isso? Sempre tem algo escondido quando envolve muito dinheiro; e os artistas? Não fazem isso de graça, e os efeitos, e tudo? Não sai só do bolso dos patrocinadores não, porque eles também não podem sair em grande prejuízo; mas tem que manter o papel de ‘caridosos’. Já ouviu por exemplo em alguma dessas emissoras algo relativo ao movimento ‘occupy wall street’? Não pois é isso que querem mesmo; te inibir da informação, e te prender ás novelinhas, tornando sua mente algo totalmente vazio da ocupação de algo que preste. O movimento surgiu porque vários americanos estavam cansados da má distribuição da renda no país e de sempre ficarem com a parte dura. E aí, eles se uniram e saíram pelas ruas, paralisando vários pontos, e disseram que não vão parar até que justiça seja feita. É bem maduro da parte de quem costuma fingir que esqueceu e deixar pra lá. Um bom ponto também é que: essas emissoras que fazem papel de ‘boazinhas’ só mostram o que querem. Sabe porque o preço de um produto, por exemplo: um tênis ‘Nike’ nos Estados Unidos é quase a metade de um ‘Nike’ no Brasil na promoção? Porque o Brasil validou um sistema que ‘protege’ o comércio nacional. Eles colocam os preços dos produtos importados lá em cima, para tentar vender mais os nacionais. Mas acontece que o brasileiro tem uma mania muito nojenta e americanizada de que se o produto está caro, e não pode ser o original do americano, ele faz tudo; tudo, mas não compra o nacional. Aí surge a pirataria; e tem toda aquela ideia de que: quem participa do comércio pirata é desmerecedor, e está cometendo um crime, e ‘pá, pá, pá!’… Mas voltando ao começo uma boa parcela é culpa do governo; porque parece que o país não exerce confiança em si mesmo, por isso é como uma criança que a gente tem que ir proibindo aos poucos. E também porque existem poucas empresas nacionais, pouco investimento em tecnologia aqui dentro. Nós; não temos uma empresa de carros brasileira: mas mandamos gente brilhante o tempo todo para o exterior para fazer designer de carros. E ainda há a hipótese de que: quem sai do Brasil para trabalhar em U.S.A de babá, tem mais chances do que quem sai do U.S.A para trabalhar aqui de advogado, por exemplo. Porque em um país medíocre onde as pessoas não se respeitam: tudo tem impostos em altos valores: a água que você bebe é 44% imposto. E com esse tanto de imposto, poderíamos aplicar e aí, nossa qualidade de vida seria bem mais alta que a americana, poderíamos viver numa boa aqui. Mas como eu já disse: o brasileiro tem mania de ser americanizado; por exemplo: o preço de um produto americano la no U.S.A pode estar o dobro de um brasileiro ou de qualquer outro PAÍS, que eles preferem defender o país e comprar o nacional. Tumblr: chocolatebastardo.tumblr.com

DUDALOVE      

Este artigo já foi lido 1149 vezes



Lista de artigos publicados pelos alunos    Biblioteca