Este site utiliza cookies. Ao continuar neste site autoriza a sua utilização e concorda com a Política de Privacidade e com a Política para os cookies.
Escola de Magia
Login e aceder à área de aluno
ou
Matricular-se na Escola de Magia
MENU
Entrada > Átrio principal > Átrio > Biblioteca > Textos dos Alunos



Crueldades e Peripécias do destino I A A A A

Meu coração
Vagueando meio ao desespero
tenho a ti tão perto...
E ao mesmo tempo longe.

Meu amado me faz feliz
como as flores da primavera,
e os perfumes da estação
Mas nem tudo é tão fácil
e pôs se o mundo no meio de nós dois.

Tenho medo de nuca poder estar contigo
E você me deixar
Só de pensar tenho medo
Ah, só de pensar...

Ao destino cruel
Desejo todo o infortúnio
Porque me faz sofrer muito
Me fazendo ver tua beleza
E eu não poder tocar-lhe

Não sabemos até onde iremos
Mas teremos um longo caminho a frente
A nós desejo toda a sorte do mundo
Ao resto, só quero me afastar...

ERISLAZULI      

Este artigo já foi lido 1019 vezes



Lista de artigos publicados pelos alunos    Biblioteca