Este site utiliza cookies. Ao continuar neste site autoriza a sua utilização e concorda com a Política de Privacidade e com a Política para os cookies.
Escola de Magia
Login e aceder à área de aluno
ou
Matricular-se na Escola de Magia
MENU
Entrada > Átrio principal > Átrio > Biblioteca > Textos dos Alunos



A Ordem Dourada - Pt. 1: O Encontro A A A A

Há mais ou menos 2.000 anos estava vivendo em uma cabana próxima ao rio Lovtlorn. Era um lugar calmo, sereno... onde se podia ouvir os pássaros cantando e o correr das águas do rio.
Certa tarde, quando retornava de mais um dia de treinamentos místicos, vi que se encontrava um ser ou 'algo' dentro de minha cabana (que era grande, uma cabana-casa).De imediato saquei da algibeira meu cajado 'Bolroher' (da Ordem Dourada) e me preparei para lançar um feitiço de luz... quando de repente o ser saltou de dentro da cabana... e quase me derrubou com o susto de ser pego desprevenido.
Ele me encarou...vi aquele olhos verdes, brilhantes, e senti medo. Ele continuava me encarando sem nada dizer... era uma espécie de Troll-anão(!) devido sua aparência grotesca, mas numa segunda olhada, parecia ser amigável. No entanto assim que tentei me levantar ele começou a grosnar alto e seus olhos brilhavam mais.
Juntei forças e me levantei num pulo conduzindo meu cajado na direção do ser, ao mesmo tempo evocando o feitiço da luz: " - Iggnes Lux Inero!". Um feixe de luz branca iluminou todo o local e a noite caiu mais rápida... pude perceber que o ser ficou mais forte, a medida que a luz aumentava. Ele enfim abriu sua boca, não para grosnar, e me disse: "- Você é um dos descendentes dos filhos da luz. Minha missão está encerrada. Sabemos onde está" e despareceu...
Fiquei atônito e após o sumiço daquele ser pude enfim compreender quem era e o que queria... Após seu sumiço deixou uma marca no chão… um símbolo para ser mais exato. Aquele era o símbolo da Ordem da Escuridão... e enfim eles haviam me achado... a partir de agora não teria paz... e teria que enfrentá-los se quisesse sobreviver.

THIAGO      

Este artigo já foi lido 1167 vezes



Lista de artigos publicados pelos alunos    Biblioteca