Este site utiliza cookies. Ao continuar neste site autoriza a sua utilização e concorda com a Política de Privacidade e com a Política para os cookies.
Escola de Magia
Login e aceder à área de aluno
ou
Matricular-se na Escola de Magia
MENU
Entrada > Átrio principal > Átrio > Biblioteca > Textos dos Alunos



Soneto de uma madrugada A A A A

Eu não reconheço mais a minha própia escrita
Eu não consigo mais olhar nos seus olhos
Nem sequer abrir meu antigo caderno
Que presenciou o meu amor não-eterno

Você não consegue mais ler todos os meus poemas
Você não insiste mais em ler meus pensamentos
Nem mesmo quer brincar de amar
Para quê serve um soldado se ele não pode lutar?

Nós não ficamos perto um do outro
Muito menos trocamos mensagens
Espero que não seja tarde demais
Porém, nós não nos amamos mais

MONI7      

Este artigo já foi lido 843 vezes



Lista de artigos publicados pelos alunos    Biblioteca