Este site utiliza cookies. Ao continuar neste site autoriza a sua utilização e concorda com a Política de Privacidade e com a Política para os cookies.
Escola de Magia
Login e aceder à área de aluno
ou
Matricular-se na Escola de Magia
MENU
Entrada > Átrio principal > Átrio > Biblioteca > Textos dos Alunos



Magia Complexa (III) - O Espaço Sagrado através de Cristais~Conceito e usos A A A A

No terceiro e último artigo envolvendo Magia Complexa irei apresentar a técnica de criação de um Espaço Sagrado através do uso de cristais.Nessa primeira parte vamos expor uma breve descrição de um espaço sagrado e suas utilidades.

A criação de um espaço sagrado para a uma melhor realização de um feitiço ou ritual é um dos pilares da magia.Todos nós conhecemos a poderosa influência que o meio tem sobre o que está contido nele. Quando vamos plantar uma planta,por exemplo,é necessário escolher o tipo certo de solo e clima para que ela germine e se desenvolva de forma efetiva e saudável.O mesmo se aplica para os trabalhos mágicos. Quando se quer lançar um feitiço ou ritual com o máximo de eficiência o primeiro e mais essencial passo é criar um ambiente livre de perturbações e favorável para a energia que está sendo cultivada, esse é o Espaço Sagrado.

A forma mais comum de Espaço Sagrado é o famoso Círculo Mágico. Um conceito antigo que se aprimorou e desenvolveu ao longo do tempo. Inicialmente o Círculo Mágico tinha apenas a função de proteger o feiticeiro dentro dele. Quando se pretende fazer um feitiço determinadas energias e entidades que podem estar presentes no ambiente podem ser nocivas ao feiticeiro e comprometer a sua segurança e a eficácia de seu trabalho: Não só essas energias podem machucá-lo como elas podem interferir com as energias que montam o feitiço pretendido.
Mesmo quando esses empecilhos não estão presentes, ainda existe um risco grande de eles se tornarem presentes durante o procedimento mágico. Determinadas Leis e fenômenos da magia como a Lei dos Opostos, a Lei dos Semelhantes, a Lei da Perversidade(ou Lei de Murphy) e a Ressonância Mágica nos ensinam que magia atrai magia, e isso pode acontecer de diversas formas em diversos níveis. Portanto criaturas e forças místicas poderão ser atraídas por grandes procedimentos mágicos como mariposas são atraídas pela luz. Essas criaturas e forças podem ser benéficas ou prejudiciais, dai a necessidade de um espaço protegido capaz de filtrar as coisas boas e barrar as ruins. O Círculo Mágico era esse espaço:Uma barreira semi permeável capaz de selecionar o que entra e o que sai.

Com o passar do tempo as técnicas do Círculo Mágico se desenvolveram e ele passou a servir não apenas como uma barreira protetora mas também como um local concentrador de energia, que nutre as forças comandadas pelo feiticeiro até elas estarem prontas para entrarem em ação. O Círculo Mágico atual é, portanto, como um ovo,que protege e ao mesmo tempo alimenta o pintinho dentro dele até que o mesmo esteja pronto para sair. Alem dessas funções o Círculo Mágico também se tornou um símbolo do poder e da autoridade do feiticeiro durante o procedimento mágico realizado. Basicamente todas as formas de Espaço Sagrado operam com funções similares a essas.

Apesar das funções magníficas do Círculo Mágico em particular e dos Espaços Sagrados em geral, é importante ressaltar que nem todas as operações mágicas precisam ser realizadas dentro de um desses locais. É plenamente possível manipular magia de maneira eficaz sem o uso de um, e inúmeras operações são realizadas na ausência deles sem que haja qualquer forma de comprometimento. Todavia, quando se for efetuar algum tipo especial de magia, que lide ou necessite de grandes quantidades de energia e cuja eficiência queira ser assegurada é sempre bom se valer desses recursos, pois eles existem apenas
para facilitar o nosso trabalho.


Continua em Magia Complexa (III) - O Espaço Sagrado através de Cristais~Conceito e usos II

WITCH23      

Este artigo já foi lido 631 vezes



Lista de artigos publicados pelos alunos    Biblioteca