Este site utiliza cookies. Ao continuar neste site autoriza a sua utilização e concorda com a Política de Privacidade e com a Política para os cookies.
Escola de Magia
Login e aceder à área de aluno
ou
Matricular-se na Escola de Magia
MENU
Entrada > Átrio principal > Átrio > Biblioteca > Lua Maior

A HISTÓRIA DA MAGIA

Há muitos e muitos anos, na Floresta Amazônica no Brasil, vivia uma menina que fora abandonada por seus pais. Seu nome era Luna que quer dizer "Lua maior". Essa menina foi crescendo junto com uma família muito esquisita, uma família de lobos. Enfim aos seus 15 anos ela foi à procura de saber quem realmente era. Andou, andou e andou até que viu uma casa, uma casa que era muito estranha, que vocês podem ver mais abaixo.

Quando chegou até essa casa tocou a campainha e esperou. Uma mulher atendeu a porta. A menina estranhou pois já a tinha visto mulheres turistas visitando a Amazônia e essa era diferente de todas elas. A mulher tinha um chapéu de bico na cabeça, roupas estranhas e rasgadas nas pontas. Então Luna perguntou:

-Boa noite senhora, eu me chamo Luna, posso entrar? Estou com fome e frio!

-Claro que pode! Vamos entre!

Luna então entrou; a casa da mulher era esquisita. Tinha um gato preto e uma vassoura que se mexia. Luna estranhou. O que a pobre menina não sabia era que a moça era uma feiticeira. A moça então disse:

-Vamos! Sente-se e sirva-se.

- Obrigado!

Luna sentou-se e come uma sopa deliciosa. A moça então perguntou:

-Onde estão seus pais moça?

- Não tenho pais. Meus pais adotivos são lobos, sai de minha morada para saber quem realmente sou, andei, andei, até que vim parar em sua morada.

A moça sentiu uma forte energia vindo de Luna e não comentou nada.

- Então mocinha -, disse a feiticeira - Está muito tarde para continuar sua busca. Dorme aqui hoje e amanhã continue sua jornada.

-Está bem! Lhe agradeço muito!

Na manhã seguinte depois de Luna ter tomado seu café da manhã a feiticeira lhe chamou em um quarto escuro e lhe disse:

- Luna... Sei quem realmente você é... Eu me chamo Grunda e sou uma feiticeira igual a você.

- Como assim? Eu feiticeira como sabes?

- Porque senti uma forte energia vindo de você e pesquisei em meus livros antigos e descobri sua história. Há muito tempo atrás você nasceu e...

Luna interrompeu:

- Como assim nasci? E meu pai? E minha mãe?

-Calma irei chegar lá. Você nasceu, seus pais eram camponeses, não tinham condições financeiras para criar você. Então resolveram deixá-la na floresta com a esperança de que alguém rico a encontrasse. Mas o destino foi diferente. Uma loba a encontrou e você foi batizada de Luna. Por isso que sabe apenas seu nome e você entendia o que os lobos lhe diziam. Você teve muita sorte! Este livro fala também que você tem de ser minha aprendiz, ou seja, tem de ficar aqui. Você estará segura aqui. E aí concordaste?

-Sim, se é esse meu destino irei ficar.

Luna então ficou, estudou, estudou, enfrentou batalhas e batalhas, e hoje escrevo essa história para lembrar uma das feiticeiras mais poderosas de todo o reino da Mágica. Foi por isso que resolvi contar essa história, estudantes, para que vocês realmente saibam que Luna é uma das feiticeiras mais poderosas de todo o reino da Mágica.


WITCHPAH - Ana Paula



Voltar à Biblioteca

Átrio principal | Jogos | Auto conhecimento | Contactos
Termos e Condições | Privacidade | Cookies


Language: English | Português

Copyright 2019, Sofia Ester.